José Romeira no 4.º Congresso Nacional das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto

No ano de 2001, nos dias 6, 7 e 8 de Abril, a cidade de Loures acolheu o 4.º Congresso Nacional das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, subordinado ao tema “Um Congresso para o Futuro – Organizar para Melhor Agir”.

Participaram cerca de 1200 congressistas em representação de 850 colectividades, entre as quais o Grupo Desportivo, Recreativo e Cultural Leões do Sul Futebol Clube Leões do Sul Futebol Clube, que pontificou neste fórum de debate nacional através de José Armando dos Santos Romeira.

O representante da Direcção dos Leões do Sul foi uma das vozes do Algarve a subir ao púlpito para defender a importância do papel do dirigente associativo, considerando fundamental a definição de um estatuto para o dirigente associativo como factor decisivo para o desenvolvimento do movimento associativo popular.

“O dirigente associativo é o coração do funcionamento da colectividade, ou seja do desporto e da cultura popular”, salientou o dirigente associativo dos Leões do Sul, para quem “sem o clube de bairro, ou de aldeia não existiria.

“A sua presença viva e desinteressada em termos materiais, a sua dedicação e o seu entusiasmo fazem dele alguém difícil de substituir”, sublinhou a propósito.

O 4.º Congresso Nacional das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto encerrou, apresentando as principais conclusões: “A criação de uma estrutura coesa e organizada, abrangendo todo o movimento associativo de raiz popular, com uma entidade de topo, a Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto e com dois níveis de estruturas descentralizadas, as associações concelhias de colectividades, no âmbito dos concelhos e as federações distritais ao nível dos distritos”.

A Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura Recreio e Desporto foi crida há mais de oito décadas e conta com cerca de 30 estruturas descentralizadas por todo o país, e mais de duas mil associadas. A sua actividade baseia-se no reconhecimento e valorização do movimento associativo popular, nomeadamente através da formação, da apresentação e discussão de diplomas legais adequados e justos para as colectividades de cultura, recreio e desporto e de alguns projectos específicos nas áreas da actividade física e desporto lazer, dos jogos tradicionais, das novas tecnologias e da própria actividade musical.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: