Filiações

No âmbito do espírito do bom relacionamento institucional, o grupo Desportivo, Recreativo e Cultural Leões do Sul procura estabelecer laços de cooperação e amizade com todas as entidades, quer de natureza pública, quer privada, desportivas, recreativas e culturais.

Tendo subjacente este princípio, a Colectividade está aberta a todo o tipo de solicitações relacionadas com a sua actividade.

Neste sentido, juntamente com dois outros clubes da Região, o Leões do Sul fundou, em 4 de Março de 1988, a Associação de Patinagem do Algarve, a cujos corpos sociais já pertenceu, por mais do que uma vez, e em cujas iniciativas participa. Por inerência, o Grupo está filiado na Federação Portuguesa de Patinagem.

Na sequência da criação da sua secção de Ciclismo, o Leões do Sul aderiu à Associação de Ciclismo do Algarve. Desde o dia 10 de Fevereiro de 2005 até à data, a presença do Clube em provas organizadas por esta entidade tem sido regular.

O ano de 2005 tem, aliás, sido bastante profícuo no desenvolvimento da participação dos Leões do Sul no movimento associativo regional. Prova disso é também a sua inscrição na Associação de Natação do Algarve, no mês de Abril.

A nível nacional, este Grupo Desportivo, Recreativo e Cultural é o filiado 974 da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal; o que acontece desde 19 de Fevereiro de 2002.

Membro da Federação Portuguesa das Colectividades de Cultura e Recreio, desde 31 de Dezembro de 1993, com o número 1334, o Leões do Sul tornou-se federado da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura Recreio e Desporto em 31 de Maio de 2003, altura em que a primeira deu, em termos institucionais, o seu lugar à segunda.

A vertente social do Clube manifesta-se institucionalmente, de forma particular, através da sua participação no Conselho Local de Acção Social de Castro Marim, ao qual aderiu em 23 de Maio de 2004.